Concertos Tribanco

logo concertos tribanco 2018 pequena

Ministério da Cultura e Tribanco apresentam

TEMPORADA 2018

logo tribanco isolada cabeçalho

Sergio Monteiro

 

Artista Steinway e Chefe de Departamento de Piano da Wanda Bass School of Music, Oklahoma City University, Sergio Monteiro iniciou seus estudos aos quatro anos de idade e formou-se sob a orientação de Myrian Dauelsberg, na Escola Nacional de Música do Rio de Janeiro.  Durante seu período de formação, conquistou 10 primeiros prêmios em importantes concursos brasileiros e sul-americanos de piano. No ano de 2000, foi contemplado pelo Ministério da Cultura com uma bolsa para estudar na prestigiosa Eastman School of Music, instituição na qual iniciou o seu doutorado sob orientação de Nelita True. Durante seus anos nessa escola, recebeu todos os prêmios oferecidos aos alunos, entre eles o Performance Certificate e o Concurso de Solista.

Em 2001, Sergio Monteiro foi selecionado para participar da segunda edição do concorridíssimo Concurso Internacional Martha Argerich, em Buenos Aires. Com sua eletrizante leitura do terceiro concerto para piano e orquestra de Bartók, o pianista levantou o público, impressionou o júri (de que faziam parte Gyorgy Sandor e Martha Argerich) e deslumbrou os críticos, recebendo o primeiro prêmio. Poucos dias depois, convidado para apresentar-se na abertura do Festival Martha Argerich, ao lado da Filarmônica de Buenos Aires sob a regência de Charles Dutoit.

Logo após o concurso, Monteiro foi selecionado para participar da prestigiosa Academia Internacional de Piano, no Lago de Como, na Itália. Lá, ele teve a oportunidade de trabalhar com os mais importantes professores e pianistas da atualidade, como Bashkirov, Leon Fleisher, Claude Frank, Menahen Pressler, Fou T’song, Andreas Staier e William Grant Nabore.

Sergio Monteiro já se apresentou com as principais orquestras brasileiras. No exterior, apresentou-se com a Phillarmonica de Dresdner, Kremlin Chamber Orchestra, Orquestra Filarmonica de Buenos Aires, Oklahoma City Phillarmonic, Lubeck Philarmonic, Orquestra de Câmara Europeia, Il Palpiti Chamber Orchestra, etc sob a regencia dos maestros Charles Dutoit, Rafael Fruhbeck de Burgos, Neil Varon, David del Pino Klinge, Pedro Ignacio Calderon, Graham Jackson, etc. Entre os brasileiros, Issac Karabitchevsky, Carlos Moreno, Ligia Amadio, Roberto Duarte, Henrique Morelembaum,entre outros.

Apresentou-se no Kremlin, na Sala Palestrina, em Roma; na Konzerthaus e na Philarmonie em Berlin, no Mozarteum Argentino, em Buenos Aires, na Academia Sibelius, em Helsinki, no Kennedy Center em Washington, no Festival Martha Argerich em Beppu, Japão e no Steinway Hall em Nova York e Dallas.  Além de vários recitais na Espanha, Suíça, Brasil, Alemanha e Itália. Na China, vem sendo convidado para júri de diversos concursos e Master Classes em inúmeras universidades e Conservatórios.

Sergio Monteiro é um incansável divulgador da música brasileira de concerto. Em seu repertório contam-se dezenas de obras brasileiras de todos os períodos. Ele tem sido homenageado por nossos mais importantes compositores, com convites para estar à frente de diversas primeiras audições de suas criações e com obras originais a ele dedicadas. No ano de 2008, realizou a estreia mundial das Gravuras Sonoras a D. João VI para piano e orquestra, de Almeida Prado, junto a OSB e o Maestro Flávio Florence, no Rio de Janeiro; e lançou pelo Selo Biscoito Fino a integral da Prole do Bebê, de Villa-Lobos.

Sergio Monteiro vive nos EUA desde 2009. Seus alunos vêm conquistando vários concursos nacionais e internacionais. Nos últimos dois anos, lançou três CDs pelo Selo Nexos, dedicados a obra de Henrique Oswald, a transcrições dos Poemas Sinfônicos de Liszt e as Sonatas de Scarlatti.

Compartilhe: